3 motivos para visitar Sintra!



Localizada a menos de 30 km de Lisboa, a fascinante Vila de Sintra é um dos destinos turísticos mais encantadores para quem está visitando Portugal. Patrimônio Mundial da Unesco, a vila medieval destaca-se por seus palácios, castelos, praias, serras e um belíssimo centro histórico.

A comunhão entre natureza, história, arte e gastronomia tornará sua viagem a Portugal ainda mais deslumbrante.


  1. Castelos e Palácios

Escondidos entre a vegetação da serra ou bem no centro da vila, conquistam visitantes de todo o Mundo, fascinados com a arquitetura singular e um ambiente de contos de fadas. A mais romântica das localidades portuguesas acolhe palácios exuberantes, imponentes e místicos que todos devem visitar.



Palácio Nacional de Sintra


Com origens árabes, este palácio no coração da vila foi residência da família real portuguesa desde o século XII. É um exemplo único dos paços medievais portugueses, mas revela diversos estilos arquitetónicos (reflexo do gosto de diferentes reis), que vão do gótico ao mudéjar, passando pelo manuelino.




Palácio de Monseratte


Construído em 1856, para servir de residência de verão a Francis Cook, é uma das mais incríveis criações do romantismo. O interior revela espaços elegantes e faustosos, como a Galeria (corredor que liga as três torres do palácio), a sala de música, a sala de jantar ou a biblioteca.





Palácio Nacional da Pena


Um dos maiores ex-líbris de Sintra (e de Portugal), o Palácio da Pena e o parque em redor são o expoente máximo do revivalismo romântico em Portugal. Situado no Monte da Lua, bem no topo da Serra de Sintra, nasceu da imaginação de D. Fernando e transformou-se num autêntico palácio de conto de fadas.



Palácio Nacional de Queluz


Situado em Queluz, ainda no concelho de Sintra, foi mandado contruir por D. Pedro II entre 1747 e 1786, para servir de residência real. Tanto o palácio como o jardim revelam fortes influências francesas e italianas. O acervo integra elementos do Barroco, do Rocaille e do Neoclássico.




2. Natureza



Cabo da roca



Se for a Sintra, não pode perder uma visita ao ponto mais ocidental da Europa Continental, o Cabo da Roca.


Situado na latitude 38º 47´ Norte e na longitude 9º 30´ Oeste, o Cabo da Roca é uma coordenada importante para quem navega ao longo da costa, sendo o ponto mais ocidental do continente europeu continental, facto comprovado pelo certificado que os visitantes levam como recordação.


A cerca de 150 metros do mar, aqui pode-se ter uma vista abrangente sobre a Serra de Sintra e sobre a costa, que faz valer a pena a visita.


Mesmo de tirar o folego!!!






3. Ruas Centro histórico


O Roteiro do Centro Histórico proporciona ao visitante, uma visita ao espaço nobre da Vila de Sintra onde, calcorreando as ruelas e os becos da Vila Velha, vamos conhecendo as suas histórias, numa súmula de abordagens históricas, literárias e etnográficas, pré-históricas, medievais, e românticas.


Caminhar pelas ruas e sempre o olhar se deparar com algum palácio que surge ou o Castelo dos Mouros, que é sempre visto de muitos lados, é uma volta no tempo.



Motivos EXTRA


  • Logicamente os doces mais típicos, Travesseiros de Sintra e queijadas de Sintra são o motivo de parada obrigatória na Periquita, a doçaria mais tradicional de sempre.


  • Nós ainda passamos em Cascais, no retorno à Lisboa. Uma vila com uma costa praiana com uma beleza de encher os olhos.


Tenho a certeza que com estes 3 motivos, mais os extras, não vais perder esta oportunidade conhecer este pedaço de paraíso em Portugal.



Tours privados em Portugal é connosco! Empresa certificada, regularizada e assegurada pelo Turismo de Portugal.


Carla Passos

Lisboa Espera Por Ti Tours

+351 9336 88868